Coluna do Sidney Borges

Ubatuba tem configuração geográfica parecida com a do Chile, país cuja dimensão maior é o comprimento. Tinha um político da Arena, alto e magro como um caniço, que foi justamente apelidado de mapa do Chile, alguém deve se lembrar de Marco Maciel, homem elegante, originário de tradicionais troncos nordestinos. Ubatuba espreme-se entre o mar e os contrafortes da Serra do Mar.

Sendo assim quem procura a região o faz em busca das praias ou da Mata Atlântica e seus pássaros e orquídeas, entre outros atrativos. Na região central do município está a Baía do Itaguá, que deveria ser um ponto dos mais requisitados da região.

Com uma praia longa e convidativa e uma paisagem deslumbrante, não é frequentada por banhistas devido à poluição das águas. E do cheiro de esgoto que me causa vergonha. A mim e a muitos frequentadores que aqui vêm e não voltam. Antes de colocar em prática planos mirabolantes para atrair visitantes dispostos a colaborar com o desenvolvimento da cidade, convém dar a descarga. E fechar a porta da privada!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do LC28

Sidney Borges
Jornalista e professor de Física

Compartilhe: