Janeiro tem tudo para ser um mês tenebroso quanto à infecção de coronavírus, isso segundo especialistas de todo o Brasil. Porém, existem outras doenças que preocupam os moradores do Litoral Norte.

Em São Sebastião, a Análise de Densidade Larvária (ADL) já foi iniciada e tem objetivo de mostrar estatisticamente a infestação do Aedes Aegypti na cidade.

Segundo a Prefeitura da cidade, serão visitadas 451 quadras e 2.304 imóveis em todo o município, da Costa Sul à Costa Norte.

Fotos: Prefeitura de São Sebastião

O estudo auxilia no planejamento de ações do combate ao mosquito, pois por meio da ADL pode-se classificar os bairros e as regiões que mais necessitam de cuidado. Lembrando que o mosquito Aedes aegypti é responsável por transmitir a Dengue, Zika e Chikungunya.

A ação será realizada seguindo protocolos sanitários para prevenção do contágio do coronavírus, visando a segurança dos agentes e da população.

As casas que têm a presença de idosos acima de 60 anos, ou com pessoas com sintomas gripais,não serão visitados neste momento da campanha de combate.

Entre no grupo do Facebook: LC28 e acompanhe as notícias de toda a região do Litoral Norte.

Compartilhe: