A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania de Caraguatuba, inicia na quinta-feira (25) a Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

A mobilização é anual e internacional e encerra no dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos.

O objetivo da Campanha é mobilizar a população para essa realidade que ocorre diariamente com muitas mulheres, que na maioria das vezes desconhecem quais serviços devem procurar para interromper o ciclo de violência e como devem agir nestas situações.

O dia 25 de novembro, é comemorado o Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher. Em Caraguatatuba, haverá uma cerimônia de abertura, às 14h, na Câmara Municipal, onde serão realizadas diversas palestras sobre o tema.

A abertura oficial contará com as palestras da delegada da mulher de Caraguatatuba, Dra. Patrícia Casanova Crivochein, com o tema: Os tipos de violência contra mulher; da diretora e assistente social da Sedesc, Carmem Landin, com o tema: Fluxo de Atendimento da Sedesc; da secretária adjunta da Secretaria de Saúde, Derci Andolfo, com o tema: Fluxo de Atendimento da Saúde; e por último, com a psicóloga do Pró-Mulher, Jaquelina Teixeira, com o tema: Ciclos da Violência Contra a Mulher.

No decorrer da programação, a equipe da Sedesc percorrerá diversas secretarias municipais e pontos da cidade realizando orientação e divulgação sobre o tema. Os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e o Centro Integrado de Atendimento à Mulher (Ciam) realizarão palestras e atendimentos para mulheres que necessitam de apoio.

No dia 6 de dezembro, considerado como Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, será realizado exclusivamente para o público masculino uma roda de conversa com diversas autoridades da cidade, para debater o tema: Desconstruindo o machismo. O evento será realizado no auditório da Fundacc, no centro, às 9h.

Para participar, os homens devem ser inscrever no link disponível aqui.

Os 16 Dias de Ativismo começaram em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma campanha com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. A data é uma homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como Las Mariposas, assassinadas em 1961 por integrarem a oposição ao regime do ditador Rafael Trujillo, na República Dominicana.

Confira a programação completa:

– Dia 25 (quinta): 9h às 12h – Divulgação e orientação nas secretarias de Educação, Governo e Tecnologia da Informação; 14h – Abertura oficial na Câmara Municipal com a presença de autoridades;

– Dia 26 (sexta): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias da Fazenda, Administração e Gabinete; 9h às 11h – Sensibilização e orientação na Praça Cândido Mota – Centro;

– Dia 29 (segunda): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias de Comunicação, Turismo e Urbanismo; 9h às 11h – Sensibilização e orientação nos comércios do centro da cidade;

– Dia 30 (terça): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias de Esportes e da Pessoa com Deficiência e do Idoso;

– Dia 1º (quarta): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias de Serviços Públicos, Planejamento e Habitação; 9h às 12h – Oficina no Ciam, com o tema: Respeite as Minas;

– Dia 2 (quinta): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias de Obras Públicas e Assuntos Jurídicos e na Câmara; 9h às 12h – Grupo socioeducativo no Ciam, com o tema: Girl Power;

– Dia 3 (sexta): 8h às 14h – Divulgação e orientação nas secretarias de Meio Ambiente e Saúde; 9h às 12h – Orientações (Dia do Autocuidado) no Ciam; 9h às 17h – Roda de Conversa no Ciapi, com o tema: PcD por um dia – Ser mulher PcD convivendo com minhas limitações;

– Dia 4 (sábado): 14h às 19h – Fórum LGBTQI+ Litoral Norte: Palestra ‘Sexualidade e Gênero’, Roda de conversa com mulheres transexuais, travestis, lésbicas e bissexuais e Apresentações de

Shows de Drags Queens;
– Dia 6 (segunda): 9h às 11h – Dia do Laço Branco – Roda de Conversa: Desconstruindo o Machismo na Fundacc com participação de diversas autoridades municipais;

– Dia 7 (terça): 9h às 14h – Divulgação e orientação nos Cras Massaguaçu e Getuba;

– Dia 8 (quarta): 9h às 14h – Divulgação e orientação nos Cras Centro e Norte;

– Dia 9 (quinta): 9h às 14h – Divulgação e orientação nos Cras Sul e Barranco Alto;

– Dia 10 (sexta): 13h30 às 17h30 – Enceramento da Campanha com o 3º Fórum “Vigilância as Violências” – Tema: O itinerário da mulher x O ciclo de violência frente ao trabalho articulado em rede
– Fundacc.

Compartilhe: