Coluna do Biricutico – fatos e versões da política da nossa Ubatuba

Primeiro queria agradecer ao Ednelson e ao Rafael por me permitirem ter uma coluna nesse site que está realizando um trabalho muito legal e que tenho acompanhado desde o começo.

Conheço o Ednelson há anos e sempre trocamos muitas informações sobre política. Mesmo nesse tempo em que ele esteve fora, nossas conversas se mantiveram.

Gosto de política e acompanho essa loucura aqui da cidade há muito tempo.

Fui eu que sugeri ao Ednelson que ele me desse um espaço e, tenho certeza, ele só aceitou por conta da nossa longa amizade e porque ele sabe que eu fuxico mesmo sobre política e sobre as pessoas da política.

Foi sugestão dele e eu aceitei, manter meu nome em sigilo. Ele me disse que assim eu continuaria conversando e falando com as pessoas a respeito das coisas pra poder ter o que escrever.

O próprio Ednelson é uma grande fonte, também tem contatos e já me passou bastante coisas. Vamos assim, trocando notas, figurinhas e informações pra como ele mesmo diz “tocar fogo no parquinho”.

Serão sempre notas pequenas, algumas especulações, algumas certezas e muita gasolina.

Começando:

Essa não é novidade, porque o Ednelson já falou em live, mas nós confirmamos em São Paulo: o vereador Junior JR vem a deputado em 2022, para fortalecer o nome para a disputa a prefeito em 2024.

Funcionários da Comtur preocupados com o futuro. A troca de comando na presidência da Comtur deixa o clima incerto e preocupação com demissões é grande, principalmente porque a empresa andaria mal das pernas sem a arrecadação das praias.

O ex-presidente da Comtur, Edgar Clarindo, já estaria sendo realocado dentro da atual administração. Não sabemos ao certo, mas, a boca pequena, há uma preocupação de que ele não se vire contra a administração, pois possui muitas informações que a atual gestão não gostaria que vazassem. Parece que vai pra adjunto do Secretário de Segurança.

Manoel Marques, o ex-vereador, dizem, vai ser o novo Secretários de Obras. Não, ele não é engenheiro e nem arquiteto. Segundo o site do TSE, na última eleição ele se declarou com ensino médio incompleto. Nada contra, mas é uma demonstração de que cargos políticos ainda falam mais alto do que técnicos.

Aliás, a atual gestão não é um primor nas escolhas, nem as técnicas e nem as políticas. Os advogados de Ubatuba que o digam.

Apesar do grande número de profissionais na cidade, o terceiro nome da Secretaria de Assuntos Jurídicos veio, assim como os outros, de fora.

O vereador Eugênio é um que tem se destacado, pelo menos na divulgação do seu mandato. Da nova leva de vereadores é o que melhor tem se comunicado. Resta saber se isso vai ser suficiente para uma disputa a prefeito. Parece que ele nega, mas dizem que ele sonha com essa candidatura também.

Tem candidato a vice-prefeito na última eleição que já atua em vôo solo. Quer ser o cabeça de chapa na próxima.

Dizem que a Secretária de Saúde já não conta com tanto prestígio. Nem ela e nem a adjunta. Há secretários bastante insatisfeitos e isso já teria sido passado ao comando geral. A condução da crise da pandemia não estaria agradando.

Há quem aposte que o se o Nei for oficializado presidente da Comutr, ele vai ter vida curta. Ele não é de levar desaforo pra casa e pode ser uma pedra no sapato da política que rola dentro da Companhia de Turismo.

Por hoje é só. Semana que vem tem mais.

P.S.: Ah, podem passar informações pro Ednelson também, ele me conta tudo mesmo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do LC28

Compartilhe: