[metaslider id=5006]

 

Nesta segunda-feira (27), foi inaugurado o novo laboratório de análises clínicas da Santa Casa de Ubatuba, com um espaço mais amplo e de acordo com as exigências sanitárias vigentes.

Por mês, o laboratório realiza cerca de 20 mil exames, e com a entrega das obras será possível aumentar a demanda de acordo com as necessidades dos pacientes.

Segundo a prefeita de Ubatuba Fávia Pascoal, a  Santa Casa precisa de melhorias, novas estruturas para oferecer atendimentos mais humanos e de qualidade. A prefeita ressaltou ainda que, na semana passada, o governador em exercício, Rodrigo Garcia, anunciou R$ 5 milhões para a construção da primeira etapa do novo hospital para a cidade.

De acordo com o diretor geral da Santa Casa, Custódio Barreto, para a finalização do novo laboratório foram utilizados recursos próprios do hospital e também doações de voluntários.

Para Eliane Bustamante, responsável técnica de análises clínicas do laboratório da Santa Casa, o novo espaço permite melhorar ainda mais a qualidade dos exames. O laboratório realiza em torno de mil exames mensais para detecção da Covid-19.

Confira abaixo outras melhorias conquistas pela Santa Casa nos últimos meses:

Arco cirúrgico

Uma reivindicação antiga dos cirurgiões foi atendida e o hospital recebeu um arco cirúrgico – equipamento de raio-x no qual é possível produzir imagens em tempo real, agilizando os procedimentos cirúrgicos, diminuindo os riscos e garantindo mais eficiência nas cirurgias. O aparelho já está em funcionamento.

Gerador de energia

A Santa Casa ampliou a capacidade do gerador. Antigamente, em casos de queda de energia, era possível abastecer somente o centro cirúrgico e, com o novo equipamento, todos os setores do hospital serão atendidos com a energia do gerador.

Usina de oxigênio

No início deste ano, a Santa Casa recebeu uma nova usina de oxigênio para ampliar a autonomia de oxigênio e ar comprimido medicinal, funcionando de forma automática. Nesta segunda-feira, foi inaugurada também a usina de backup. Segundo o diretor Custódio Barreto, a nova usina é uma exigência para hospitais.

Por conta da pandemia, a Santa Casa registrou aumento no uso de oxigênio e demais gases medicinais e as novas usinas contribuirão para que o abastecimento seja garantido.

Reformas

Atualmente, o setor de Pediatria e Respiratório estão passando por reformas e readequações. A sala de emergência também passará por melhorias e ampliações para atender com mais conforto e qualidade os pacientes que precisam de atendimentos mais urgentes.

Fornecedores

Os pagamentos dos fornecedores foram colocados em dia e a medida tem atraído novas empresas interessadas em vender para a Santa Casa, ampliando as ofertas e gerando economia nas compras de medicamentos e insumos.

 

Compartilhe: