Estivesse na ativa, a Rádio Costa Azul completaria hoje 40 anos de fundação.

Foi no dia 23 de fevereiro de 1981 que ela foi ao ar pela primeira vez, de maneira oficial.

Ao longo de três décadas, a Costa Azul foi a responsável por levar até a população a informação sobre os fatos locais.

Mais do que isso, ela foi companheira da população levando também entretenimento para os moradores dos bairros mais distantes da cidade, com programas como Amanhecer Caiçara, Arquivo 709, De Coração pra Coração, Ponto de Encontro, Emoções em 1.140, Papo de Vestiário, dentro outros.

A rádio também realizou grandes eventos,  como a Gincana organizada pelo Banana Louca, shows como João Mineiro e Marciano, e os debates eleitorais, que movimentaram praticamente toda a cidade.

A rádio foi a realização de um projeto encabeçado pelos seus primeiros proprietários Benedito Góes Filho, Benedito Lourenço dos Santos, José Nélio de Carvalho e Celso Teixeira Leite.

Pela emissora, passaram diversos profissionais, como o primeiro gerente, o saudoso Guará Filho, vindo direto de Taubaté; Eduardo de Souza Neto, que durante anos também gerenciou a emissora.

Todos os que passaram pela rádio deixaram sua marca e seu nome registrado na história da emissora.

Entendemos ser impossível nomear a todos, mas, com certeza, ao citar alguns de seus nomes mais tradicionais o LC28 vai, de alguma forma, homenagear todos aqueles que ajudaram a construir a história dessa emissora que marcou a história da nossa cidade.

Paulo Ribeiro, Cícero Gomes, Beto, Jurabello, Claudinha, Mauro Lauro, Felipe Camarão, Ricardo Benetti, Rinaldo Aragão, Oswaldo Luiz, Luis Filho, Ari Mattos, Allan Ricardo, Netinho Mattos, Rosana, Valquíria Alix, Olivia de Carle, Marcelo Mungioli, Luana Camargo, Conrado Becker, Dr. Gil, Judith Ferreira, Dodinho, Rogério Serpa, Luizinho Serpa, Bittencourt Junior, Sérgio Soares, Idomeneo, Elísio Russo, Marcelo Pimentel, Eduardo Silva, Gabiru, André, Joel, o menino das canoas; Marco Antonio, o Chester;  Gilberto Serpa, Carlos Alonso, Gilberto Pereira, Toni Luiz, Dandico, Gisele Varela, Edvaldo Prado, Marisa, Isabel, André, operador; Biquinho, Celsinho, Wendel Santana, Silvana, Katia Soares, Pacheco, JB Rodrigues, Simone Santos, Valderio, Silvia Issa, Eleandro, Rolim, Analu, Guiomar, Pixoxó, Aldo, Vital Moreira, entre tantos outros.

Hoje, a emissora não está no ar, mas, com certeza, ainda é lembrada por todos aqueles que a acompanharam por tantos anos, e o LC28 faz questão de deixar aqui a sua homenagem ao trabalho prestado à nossa cidade.

Foto de capa

A foto de capa foi o registro da homenagem feita à emissora no aniversário dos seus 30 anos, cujo texto tomamos a liberdade de reproduzir abaixo:

“Allan Ricardo – Assessoria Mauro Barros

O Vereador Mauro Barros (PSC) homenageou nesta semana com uma Moção de Congratulações os fundadores da Rádio Costa Azul, Benedito Gois Filho, Celso Teixeira Leite, Benedicto Lourenço de Andrade Junior e Benedito Flávio Souza, além dos ex-prefeitos José Nélio de Carvalho, responsável na época pela cessão de área para a instalação dos transmissores da emissora e Benedicto Rodrigues Pereira Filho primeiro entrevistado da emissora ao lado do Governador do Estado de São Paulo, José Maria Marim. Os profissionais Ary Mattos, Luiz Serpa, Jura Belo, Felipe Camarão e Beto, além do atual diretor da emissora Bittencourt Jr. também foram homenageados pelos relevantes serviços prestados à população em momentos onde a Rádio Costa Azul foi decisiva como nas enchentes que atingiram a cidade na década de 1990.
A emissora foi autorizada a operar em ondas médias (AM) através do decreto 81.730 de 22 de maio de 1978, e completou no dia 23 de fevereiro trinta anos no ar.
Maurão destacou o momento delicado da implantação da Rádio Costa Azul, que entrou em operação em plena Ditadura Militar, durante o governo do Presidente Ernesto Geisel. Nestes trintas anos de história a emissora acompanhou todo o processo de re-democratização do Brasil, com uma cobertura jornalística pautada pela ética e imparcialidade, sempre zelando pelos reais interesses do povo de Ubatuba.
Dr. José Nélio de Carvalho, ex-prefeito e posteriormente sócio da emissora, agradeceu a homenagem prestada por Mauro Barros e, representando os companheiros da Rádio Costa Azul, ressaltou o trabalho e a dedicação de Benedito Gois Filho, diretor da empresa por quase 29 anos. Nélio destacou ainda a necessidade de uma imprensa livre “A comunicação é essencial para ao equilíbrio da sociedade(…). Da Falta do equilíbrio surge a ditadura de um ou de outro. A democracia se faz pelo diálogo, pelo respeito mútuo e pelo respeito das leis” avaliou Nélio, que aproveitou a oportunidade para criticar a administração municipal, que segundo ele, engavetou a Lei de Uso do Solo aprovada há cinco anos. ”Como é que um plano pode ser revisto se jamais foi visto?” perguntou Nélio se referindo a um dispositivo presente na Lei que prevê sua revisão após cinco anos de sua entrada em vigor.

Ao longo destes trinta anos diversos profissionais passaram pela emissora e ajudaram a construir esta história de sucesso, como Eduardo de Souza Neto, Clodoaldo Natanel, Ricardo Benetti, Ednelson Prado, Sérgio Soares, Rinaldo Aragão, Gilberto Serpa, Judith Ferreira, Olívia de Carle entre outros”.

Compartilhe: