As equipes gestoras e professores da rede municipal de São Sebastião estão participando de uma série de encontros formativos sobre a realização da prova do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021, prevista para acontecer no período de 8 de novembro a 10 de dezembro. Até lá, a Prefeitura, por meio da Secretaria da Educação (SEDUC), prepara educadores e alunos para a avaliação.

Neste ano, a aplicação seguirá os mesmos moldes de 2019, sendo censitária nas escolas públicas para o 5º e o 9º ano do Ensino Fundamental. Os estudantes responderão a um questionário e testes de Língua Portuguesa (leitura) e Matemática. Professores e diretores também participarão da avaliação, por meio de questionários.

O 2º ano do Ensino Fundamental será avaliado em formato amostral, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Além disso, haverá aplicação por amostragem de testes de ciências Humanas e Ciências da Natureza para os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental. A novidade de 2021 é a avaliação da Educação Infantil, que será realizada de forma amostral, por meio de questionários aplicados à secretária da Educação, diretores e professores dessa etapa.

As formações voltadas aos docentes e gestores da SEDUC incluem a análise sobre o desempenho dos alunos na última prova do Saeb, realizada em 2019, em consonância com os resultados da Avaliação Externa do 1º semestre de 2021, com o objetivo de identificar habilidades e conhecimentos dos estudantes e possíveis lacunas de aprendizagem. Os encontros iniciaram no último dia 2 de setembro e seguem nos próximos dias 16, 23 e 30 deste mês, de forma virtual.

Saeb

O Sistema de Avaliação da Educação Básica, desenvolvido e gerenciado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação, é formado por um conjunto de avaliações externas em larga escala, realizadas periodicamente por meio da aplicação de testes cognitivos e questionários para etapas específicas da educação básica. O Saeb tem a finalidade de avaliar a qualidade da educação básica do País e contribuir para sua melhoria, oferecendo subsídios concretos para a formulação, a reformulação e o monitoramento das políticas públicas.

(Fonte: PMSS)

Compartilhe: